...Surge uma Figura Atrás dela.
No começo, chapéuzinho achou que era um lenhador que por ali andava e veio socorrê-la, Mas, ao virar seu rosto para olhar seu ''salvador'', dá de cara com o tão falado lobo.
Era diferente do que ela esperava... Era uma criatura assombrosa, com uma altura aproximada de 2 metros, Dentes Enormes, olhos Amarelados e assustadores, E uma boca babada coberta por sangue. Usava roupas rasgadas como se fossem trapos velhos.
Quando ela se levanta para correr, alguem a puxa para o meio dos arbustos. Ela luta para se livrar do seu agressor, mas no fim é imobilizada.Ela então se deixa render. Seu ''agressor'' era na verdade um homem de imagem camponesa, como um viajante qualquer que por ali passava. Ele a explicou que era na verdade um negociante que iria para uma reunião, mas acabou tomando o caminho errado ao se encontrar com o mesmo lobo. Depois de um tempo em silêncio, eles observam a mata ao redor. O lobo havia sumido.
-meu nome é Henry. Qual o seu garotinha?e o que faz nessa floresta assustadora?
-chapeuzinho. Estava Indo até a casa da minha avó levar esta torta de maçã para ela, ela está muito doente.
-escute. Disse o viajante. Se quiser posso ajudá-la a sair desse lugar. mas terá que fazer o que eu disser. Fique em silêncio e não faça nenhum ruído.
Ela concorda na mesma hora e eles partem se esgueirando por entre as árvores e os arbustos. Uma meia Hora depois, eles dão de cara com um chalé no meio da floresta, parecia abandonado,decadente. Estava ficando escuro, então eles decidem passar a noite ali mesmo, na densa e misteriosa cabana.
A porta parecia emperrada como se ninguém entrasse ali há anos.
O homem enfim, ao fazer um esforço consegue abri-la.
Mas a cena que observaram não era nada agradável no interior da cabana.
Havia 4 pessoas no chão, como se tivessem sido estripadas. Seus corpos estavam em estado de decomposição e o cheiro não era nada agradável.
De repente, é ouvido um ruído se aproximando do local onde estavam.
Foi ficando cada vez mais intenso e familiar.
Chapeuzinho vira-se assustada e da de cara novamente com o lobo.
Enquanto isso, A mãe de chapéuzinho, ao esperar um dia inteiro a filha voltar para casa, fica preocupada, e decide ligar para a avó da menina. Ela responde que a garota nunca apareceu na sua casa.
A mãe fica em estado de choque, traumatizada.Passado esse choque, ela decide ligar para a polícia local.
Eles, junto com a mãe da garota, entram na mata para procurar qualquer estado, qualquer sinal da menina.
Depois de umas duas horas de caminhada pela floresta, eles encontram o tal chalé misterioso.
O resto da cena já se deve imaginar...
Encontraram os cadáveres de duas pessoas, Um era de um homem camponês, com marcas de arranhões no pescoço e braços, como se tivesse lutado contra alguma coisa.
O outro era de uma criatura monstruosa... como se fosse um ser mitológico. Logo os policiais constataram que se tratava do tal lobo. De repente, ouvem-se uns ruídos vindos de dentro da cabana. A porta se meche vagarosamente, e se consegue enxergar uma figura, no começo uma sombra. mas depois, foi tomando forma e logo se vê chapeuzinho saindo do local. Ela estava coberta de sangue... Suas roupas todas rasgadas, com arranhões por toda parte. é revelado uma grande mordida na parte posterior de seu pescoço.
Chapeuzinho começa a chorar....
-Eu sinto muito... Eu sinto muito...
a garota repete várias vezes a mesma coisa.
De repente, começa a escurecer rapidamente...
Uma lua aparece no céu.
Eles se viram para chapéuzinho, mas ela não parece mais a mesma. Seus olhos estavam amarelados, como se fossem olhos demoníacos...
Sua mãe começa a chamar pelo nome dela...
De repente... Um policial saca a arma... Chapeuzinho fica irada com a situação e se atira nos policiais....
Um novo dia amanhece... A imagem e de uma cabana rodeada por neblinas... A mãe de chapeuzinho se levanta do chão... A cena em que ela se encontra é um cenário completamente de filmes de terror...
Ela fica em estado de choque... aterrorizada... Uma figura aparece atrás das árvores...
É revelado que esta figura é chapeuzinho...
Sua mãe se vira e a observa...
Lentamente, chapéuzinho começa a andar em direção a sua mãe, como se fosse uma garotinha inocente...
[...]
[...]
[...]
[...]
The End


Made By: delphinus
Enjoy the site? All donations are appreciated

Free Text Host is brought to you by Dagon Design
This site contains no adware, spyware, or popups
Questions? Comments?     Privacy Policy     Report abuse here